Autossabotagem

Vivemos um tempo em que os valores morais e éticos vêm sendo modificados  e, aos poucos, contaminando os mais desatentos.

É que a sociedade como organismo vivo que se modifica de tempos em tempos também traz uma onda de “modernidade” que caminha em desacordo com o que chamamos de “certo”. Por quê em desacordo? Porque não há uma linearidade, se assim podemos dizer, sobre os fatos que se desenrolam à nossa frente. Somos nós que mandamos no futuro e por isso, nossos valores vêm sendo modificado de forma sorrateira, a conta gotas, tácita e soturna como um hábil ladrão que rouba seus pertences do seu bolso. E os culpados somos nós mesmos.

Estava lembrando da minha infância onde a professora pedia que desenhássemos o futuro. Tão loucos e quase unânimes, imaginávamos carros voadores, cenários futuristas e pessoas mais inteligentes. O futuro chegou modesto e o ano de 2000 veio praticamente como foi o de 1999. Imaginávamos um futuro diferente e talvez mais inteligente, com inovações tecnológicas capazes de melhorar a vida de todo mundo.

De fato, nossa raça foi capaz de criações memoráveis como computadores, celulares, internet, Aparelhos de ressonância magnética, PET Scan, mas sua sapiência, ainda que mínima, é uma faca de dois gumes. Aquilo que nos torna capazes denotam a nossa ineficiência. Somos seres sociáveis cada vez mais antissociais, vide a grande massa de olhos voltados a smartphones pelas ruas, bares e restaurantes. Parece que o mundo precisa ver e ser visto, pior: precisa ser julgado. E julgamos, é bom lembrar, a partir daquilo que somos.

Nossa evolução nos involuiu transformando o mundo em um mísero espaço compartimentado onde para sermos, precisamos ser vistos e precisamos ver para reforçar o que somos. Invertemos os valores e estamos servindo à tecnologia, sendo dominados pelas máquinas e sucumbindo cada vez mais rápido, não menos dolorosamente. A descartável sociedade do admirável mundo novo está cada dia mais admirável e menos qualitativa. Não tivemos carros voadores, robôs, mas temos humanoides mecanizados e cada vez mais padronizados. Nosso grande futuro chegou, mas ainda somos primatas que não sabemos nosso verdadeiro papel aqui.

Vai, agora é a sua vez de falar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s