Multiversos

universo--agua-e9692Não caibo em mim. Sinto que nunca pertenci a nada. Não consigo definir se sou A ou B, mas sempre me encontrei, de uma forma ou de outra. Esse não pertencer acaba me pertencendo. Faço parte de mim.

Fugi a etimologia do multi e do verso e construo os meus sem rima e nem ritmo, gosto de desregrar, sem contenção, rasgo-me, costuro-me sem medo da dor. Sorrisos aparecem e caem como chuva, às vezes me deixo molhar. Não corro e nem me escondo.

Aos versos. Tento.

Ao vento. Fui.

Anúncios

Vai, agora é a sua vez de falar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s