Proteste sim, proteste já

protestos-paulista-g-20110907Vamos falar sério sobre os protestos contra o aumento das passagens de ônibus que vêm acontecendo no Brasil, em especial no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Há bem pouco tempo a gente reclamava da população que andava omissa e passiva demais. A geração que não sabe votar, a geração que andou banalizando a vida, a saúde, a educação e violência. Ficamos conhecidos como geração da piadinha em rede social, aquele pessoal do “deixa pra lá, nada vai pra frente aqui”.

A juventude brasileira acordou, aquela cujos pais saíram às ruas de cara pintada. Agora está todo mundo nas ruas. Cansaram, cansaram de tanta sujeira, de tanto ser ludibriado pelo poder político. Um país com prioridades invertidas, roubalheiras escancaradas. Um país que adora maquiar a realidade para turista ver.

As manifestações e protestos não são somente por 20 centavos de aumento, mas por anos de descaso e desrespeito com a população brasileira que sofre com falta de estrutura nos transportes públicos, sejam eles ônibus e metrôs, população que sofre com a saúde sem investimento, com a educação cada vez mais defasada. A revolta é de uma população que vê uma mobilização grandiosa para se cumprir prazos na construção de estádios para que o país possa sediar uma copa do mundo e posteriormente, uma olimpíada. A revolta é de todos nós que assistimos, não mais calados, os excessos de um governo corrupto.

tropa_de_choque_dispara_contra_manifestantesOntem vimos uma polícia repressora na luta contra os protestos. Uma atitude violenta fere os direitos do cidadão de promover manifestações públicas. Um ato imperdoável contra os nossos direitos  e ainda que haja por parte de alguns manifestantes, prática de vandalismo contra o patrimônio público, os protestos são legítimos, são a prova de que nossa juventude acordou, parou de aceitar tudo de forma omissa e passiva.

Chega de ser conhecidos como a nação que não sabe pensar sozinha, chega de ser o povo do “deixa disso”, se é o povo que muda o seu país, estamos no caminho certo, na rua gritando, colocando a cara para bater e apanhando da polícia como nossos pais e avós fizeram quando a luta era contra a ditadura, contra a repressão, a favor do direito que temos hoje, o direito de sairmos às ruas para protestar.

Vale lembrar: O Brasil é regido por uma Constituição Federal, soberana e inviolável.

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
II – ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;
III – ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;
IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;
XVI – todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;

images (1)Vândalos são os manifestantes, militantes e ativistas sociais em pleno gozo de seus direitos constitucionais e a força policial corrupta, violenta e despreparada está sendo controlada por um Estado corrupto, opressor e vil. Enquanto isso estiver acontecendo, assistiremos as barbaridades da polícia como vimos ontem na cidade de São Paulo.

Quando jogamos um cigarro aceso em cima de um formigueiro, as formigas correm e se jogam em cima da brasa quente, para apagar o cigarro e defender a sociedade que elas construíram. E nós? Nos juntaremos para defender nossa sociedade e nossos direitos ou permitiremos que ela seja queimada pela injustiça e opressão???
O POVO UNIDO, JAMAIS SERÁ VENCIDO!!!

Anúncios

4 comentários sobre “Proteste sim, proteste já

  1. Boas considerações, entretanto, temo que essas manifestações sejam apenas um frenesi passageiro, é preciso tornar sólido esses blocos de manifestações, e o nosso manifesto deve servir para que esta democracia que caminha frágil e pacífica possa mudar o seu percurso. Talvez seja preciso perder um pouco dessa pacificidade pregada pela mídia para construir, processualmente uma democracia forjada a partir das necessidades e mobilizações dos grupos sociais.

  2. Írma Maria Serafini disse:

    DILMA VETA A LEI ATO MEDICO!
    Ou até quando vai querer negar os benefícios trazidos Pelas Ciências Físicas Naturais por métodos alternativos pró a saúde humana.

    Essa Lei do Ato Medico, concede na pratica o Monopólio da Saúde e Vida humana no Brasil o que é ilegal pela Constituição Federal.
    Queremos que a Presidenta de o exemplo respeite a Constituição Federal VETANDO A LEI DO ATO MEDICO QUE NA PRATICA É UMA OLIGARQUIA.
    Queremos dizer aos parlamentares que votaram a favor da Lei do Ato Medico que os métodos alternativos desenvolvidos através de constatação e observações não tem origem nos princípios da Ciência Clássica Medicina e são consolidados e protegidos por Direitos Autorais e ISBN. Ou Presidenta vais também querer negar os tratados internacionais e terminar com a biblioteca pública Nacional, Ministério da Cultura concedendo na prática Monopólio da Saúde através da Lei do Ato Medico? Também queremos o fim da Ortotanásia no Brasil PL 116/00 aprovada em Dezembro de 2009 àquela lei que a medica Virginia cumpria no hospital evangélico em Curitiba PR.
    Em fim queremos o reconhecimento das Ciências Físicas Naturais um desenvolvimento Técnico Cientifico obtidos por métodos de Constatação e Observação sem auxilio das ciências clássicas. Írma Maria Serafini.

Vai, agora é a sua vez de falar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s