Acaso

Então chegamos em 2013. Meu ano novo chegou sem alarde, de mansinho. Não fiz planos e nem tracei metas, prefiro viver sem medo, não quero bússola, não quero mapas. Deixo meu caminho livre para o acaso, aprendi que vale mais a pena abraçar as oportunidades que aparecem do que traçar a rota e me frustrar pelo caminho.

Se é o destino que rege a nossa vida, aquilo que está escrito para acontecer, inevitavelmente acontecerá. Não, nunca pensei assim, mas decidi que é mais fácil, fica fácil aceitar o que a vida oferece, fica fácil também não aceitar e mudar o caminho, assim deve ser mais simples decidir o que quer e o que não quer pra gente.

O discurso parece covarde, e talvez seja mesmo. Mas eu chego em 2013 sem bagagem, deixei em 2012 tudo aquilo que eu não quero mais e olha… cheguei bem leve nesse ano, quanta coisa incomoda a gente e a gente suporta para não criar atrito, não fazer feio. Como naquela festa que a gente não precisa andar muito e vai com aquele sapato que machuca o pé, mas que combina com o vestido e então a gente calça pra ficar bonita na festa, sair bem na foto. Chega, eu disse chega!

Sem bagagem, chego leve e mais rápido. Não sei o que me aguarda em 2013, mas como uma criança inocente, espero feliz de mãos estendidas o presente.

 

Feliz 2013

Anúncios

Um comentário sobre “Acaso

Vai, agora é a sua vez de falar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s