Editora quarta parte aplica golpes em nome da editora Globo e editora Abril

O mundo é dos espertos, mas os inteligentes sempre têm razão.

A gente sempre ouve falar de histórias de golpistas que agem pelo telefone e internet,mas a gente nunca imagina que pode cair neles. Geralmente essas pessoas sabem como atacar suas vítimas através de dados que a gente acaba fornecendo e que acabam se tornando públicos. Por exemplo. Ao assinar um provedor de internet, TV por assinatura, operadora de telefonia celular, Jornais e revistas seu cadastro acaba ficando público e as empresas acabam entrando em contato com você oferecendo melhores serviços, mais vantagens. Ok, mundo das concorrências, capitalismo é isso aí.

Acontece que, da mesma forma que empresas sérias têm acesso aos seus dados, empresas de fachada também têm.(Na minha opinião, as informações que damos às empresas que contratamos deveriam ser sigilosas, mas esse é outro assunto). Enfim. As empresas de fachada também te ligam para oferecer serviços, mas estas têm como objetivo te ludibriar, elas não possuem totalmente seus dados e induzem as pessoas a fornecerem o que elas precisam: CPF, Número de cartão, etc. e então começam o golpe. Oferecem serviços que não existem, facilidades duvidosas e débitos de dívidas que você não contraiu. Tudo isso vem com muita informação certa sobre você, de forma que você não consegue ver falhas e acaba aceitando a proposta, o serviço.

Hoje aconteceu um fato desses na minha casa. Há algum tempo fui assinante da editora Globo e da editora Abril. Minhas assinaturas já foram canceladas há cerca de um ano. Tudo muito bem e muito certo. Hoje me liga um cidadão que responde pela alcunha de VICTOR ALEXANDRE dizendo que eu tinha um débito junto a editora globo. Na ocasião foi a minha mãe que atendeu o telefone e na sua inocência acabou passando alguns dados para ele acreditando que o mesmo falava a verdade (pois ele parecia mesmo idôneo) e formalizou o pagamento no cartão de crédito com 4 parcelas de R$ 62,25, que segundo ele era um abatimento da dívida real que era de 10X de R$ 110,00.

Quando cheguei, a minha mãe me contou os fatos, dos quais duvidei, porque havia um equívoco entre a revista época (que é da editora globo) que ele dizia ser da editora Abril e de uma dívida que eu realmente não me lembrava. Liguei para o telefone que eles passaram para ela e trata-se da EDITORA QUARTA PARTE (com uma simples busca na internet foi possível verificar que eles aplicam esse golpe há tempos), o Sr Victor Alexandre me atendeu e sequer soube me dizer quais as revistas que eu havia assinado. Quando comecei a questionar sobre esse débito ele mostrou-se alterado e extremamente mal educado,grosseiro e gritando comigo. Decidi não discutir. Liguei para as editoras Globo e Abril e perguntei se havia algum débito em minha conta, ambas as editoras negaram e ainda me alertaram que diversos clientes haviam sido abordados pela editora quarta parte se passando por representantes de suas editoras. Imediatamente liguei para a empresa de cartões de crédito e  informei que aquela dívida era um golpe, a empresa VISA se negou a cancelar a dívida dizendo que a referida editora, a QUARTA PARTE, é uma empresa séria.

Liguei novamente para a editora QUARTA PARTE e pedi para falar com o Sr VICTOR ALEXANDRE, o qual me atendeu visivelmente transtornado, questionei sobre as dívidas e em seguida lhe disse que eu havia entrado em contato com as Editoras Globo e Abril e constatado o óbvio, não existia nenhuma dívida em meu nome e que queria ele resolvesse a questão em cinco minutos antes que eu acionasse a polícia. Em menos de 5 minutos ele retornou a ligação dizendo ter cancelado. O Sr Alexandre em tom ameaçador disse que eu iria ter que pagar a dívida de 10X de 110,00 de uma forma ou de outra. Acusei – o de ladrão e ele somente riu dizendo que era muito maior do que eu.

Não consegui verificar ainda se aquela dívida de 4X de 62,25 foi realmente cancelada, mas o farei assim que possível. Rezo para que ele tenha mesmo cancelado, não pela dívida em si, mas pela dor de cabeça maior que terei se tiver que levar o caso adiante.

A gente nunca acha que vai cair num golpe tão amador desses, com tanta informação truncada que eles nos passam, mas a minha mãe caiu e ainda bem que eu percebi logo e corri atrás antes de um prejuízo maior. Passado o stress, minha mãe reconheceu as falhas da abordagem do Victor Alexandre e como o golpe da editora quarta parte precisava da ajuda dela pra ser bem sucedido.

Deixo abaixo os contatos das editoras Golpistas para que ninguém mais caia nesta.

(11) 3937 – 3740 (Editora quarta parte) – (11) 3020- 2700 e 0800 – 5919003 ( contato que a Editora Globo forneceu de outras editoras que andam cometendo esse golpe).

Agradeço a atenção da Editora Globo e faço um apelo à VISA, que verifique com seus clientes sobre compras feitas em seus nomes.

Site de outras pessoas reclamando sobre o mesmo problema, aqui

Anúncios

62 comentários sobre “Editora quarta parte aplica golpes em nome da editora Globo e editora Abril

    • Celma disse:

      Também estou sendo lesada pela falsa empresa. Existem pessoas que ligam dizendo ser da Editora 3 (Isto é ) e acabam pegando dados para confirmação de assinaturas. Infelizmente ficamos sem ação e pagamos caro. Temos que nos reunir e denunciar esse golpe. Estou à disposição para tal atitude. Meu e-mail: celmaleite@gmail.com.

      • Luiz Santos disse:

        Está acontecendo comigo. Insistem em que você confirme o n° do cartão de crédito. Não passei e uma tal de Amanda (tel. 11 3937-3740, ficou nervosa. O negócio é não passar o n/ ,do cartão. o meu foi trocado.

  1. Rochete karla e Silva disse:

    È E ainda não acabou não pessoal não digam nada sobre vcs por telefone fixo, ou celular ok trabalho no Procon e têm muitas pessoas com o mesmo problema tô cheia de reclamação aqui, e fico FELIZ em saber qque vcs estão divulgando esse ato de propaganda enganosa, É isso aí

  2. Duda disse:

    tbm trabalho no PROCON e é muito imporatnte a pessoa ficar atenta hoje atendemos uma moça que já efetua pagamentos por 4 anos para diversas editoras como quarta parte, Editorial SP e outras e até hoje nunca recebeu nenhuma edição de revista ou jornal. A consumidora informou que so se sentiu lesada agora pois foi tentar cancelar o contrato e quiseram cobrar multa por rescição… MAIS ELA NE CONTRATOU!!!!! É mesmo um absurdo pois verificando as cobranças (cinco editoras) ela poderia ter até comprado um carro….

  3. Anonimo disse:

    Editora Quarta Parte (Ludicores Presentes Finos, Arte e Livros – Tele – Web Marketing ltda – Me
    Inscricao Estadual 12.446.485/0001-20

    Rua Sete de Abril 261 andar 5 Sala 501 – CEP 01043-000

  4. Jesus Jose Alvarenga disse:

    Fui vitima desse pilantras também! Entrei em contato com minha operadora de cartão de crédito e ela disse que tenho q entrar em conato com editora Quarta Parte e pedir o cancelamento. Alguém já consegui fazer o cancelamento? Como devo proceder para resolver ess problema, se alguém puder me ajudar ficaria agradecido. Já sou de idade e tenho um pouco de dificuldade para entender essa coisas.

    • Deise m. f. santos disse:

      CANCELE O CARTÃO E NÃO PAGUE NADA. DEPOIS VÁ AO BANCO E PAGUE SOMENTE O QUE É DE DIREITO. DEPOIS PEÇA UM OUTRO CARTÃO AO SEU BANCO.

  5. Pedro disse:

    Caí nessa também. São golpistas. Já cancelei o cartao de credito e vou fazer um BO da ocorrencia. O truque é assim: eles dizem que sao da revista, mas metem no meo um livro idiota qualquer, que enviam para ove. No final é como se a gente tivesse comprando o livro. São golpistas. Já avisei a editora Globo que estao usando nome deles. Tomara que sejam inteligentes e cancelem. Se eu fosse eles, especialmente no meu caso, eu faria isso correndo.

  6. Marília disse:

    Gente, cai nesse golpe, TAMBÉM. Eles se identificaram como Editora Fenix ou algo assim. Acho que estão trocando alguns detalhes e nomes, já que estão sendo descobertos. Por pouco não forneci o código de segurança do meu cartão de crédito. Tive que cancelar o cartão, por conta disso. Não sei como, mas eles têm todos os meus dados. Sou assinante da Editora Globo. Por isso, tomem muito cuidado. Eles irão te cobrar um valor de R$ 4x 62,25. Liguei na Editora Globo e nada do que os golpistas me disseram era verdade. CUIDADO!

  7. janny ronnilda ribeiro chaves disse:

    oi gente, também fui vítima desses golpistas. não acredito que as editoras globo e abril não saibam o que está acontecendo. isso é caso de polícia. tentar cancelar as compras não adianta. tem que cancelar o cartão.

  8. Mutsuko Usuda disse:

    Também cai neste golpe, achei muito estranho o valor cobrado pois a minha assinatura tem um valor tão pequeno que resolvi procurar na internet alguma coisa. Tive que cancelar o meu cartão e ele serve como debito do banco.Temos que ficar muito atentos mesmo.

  9. Cristina disse:

    Acho que também caí nesse golpe, porém, algum tempo depois de fornecer alguns dados para o atendente Jeferson – Editora Quarta Parte – foram lançados em minha fatura do cartão VISA uma recarga para celular no valor de R$18,00 e compra de eletrônicos em um site no valor de R$239,00. Como esses lançamentos eram desconhecidos para mim liguei para BB e meu cartão foi bloqueado e os lançamentos “questionados” pelo banco. Desconfio que foi golpe dessa editora pois, foi a única empresa a qual informei dados bancários por telefone. Sou assinante das revistas Cláudia,Veja, Você S/A e Nova Escola (Editora Abril) a quase dois anos e nunca tive problemas.

  10. Laura disse:

    Eu sei que muitas pessoas de todo o Brasil já cairam e cai nesse golpe. Por isso que eu pesso a todos que quando receber ligações e que forem referente a editora, digam que vão ligar diretamente na editora pra poder resolver isso.

  11. Leandra disse:

    Gente!! Acabei de ligar para Editora Globo nº11 3362-2000 , e me informaram que a Editora 4ªparte trabalha p/ eles,ou seja, se a Editora 4ª parte está fazendo golpes, é porque tem todo um respaldo por trás, que é a Editora Globo. Portanto, deixem de assinar!!!!! Sabe o que a Editra Globo falou p/ mim? “procure uma autoridade” p/ fazer a reclamação! Absurdo!!!!

  12. Leandra disse:

    Ahh! Tem mais, a pessoa que me atendeu da Editora Globo, não soube me responder se a Editora 4ª parte é idônea, ou ela não sabia o significado da palavra, ou pior, ficou sem saber responder, por saber exatamente o significado…
    ABSURDOOOO!!!

    • Leandra, a editora Globo sabe da existência da quarta parte e sabe que não é idônea, o que pode ter ocorrido é que a atendente era nova na empresa, porque a editora globo e a editora abril sabem sim desse fato. É importante que você denuncie, entre em contato com a operadora de cartão de crédito e com a editora quarta parte e solicite o cancelamento sob ameaça de ir à polícia. Eu consegui resolver o meu problema e não gastei nem um centavo com essa empresa

  13. leandra disse:

    Ainda assim Carolina, acho que a falcatrua vem de cima, não acredito mais na Editora Globo, estou avisando a todos p/ cancelarem a assinatura!!! Como empresa grande, famosa, e acontecendo isso no nome dela, a própria Empresa deveria fazer algo p/ isso acabar…! Tá tudo junto,o lixo é um só! Só depende de nós p/ acabar com essa Gangue!!

  14. Sara Barbosa disse:

    numero da Editora quarta parte (11)3937-3740 liguem lá e falam que vão ao PROCON pois desconhece o valor , e ligaram na Editora e nao tem essa divida. Ou pode ligar na adm de credito e solicitar o externo caso contrario ira solicitar o cancelamento do cartão.

  15. Thaís Alves disse:

    Gente esse povo não para de dar golpes… uma senhora conhecida caiu nessa e agora tem uma mulher ligando e falando que é da Mastercard e que é pra depositar numa conta tal 400,00 pra pagar advogada FABIANA VITORINO SANTOS pra entrar com processo contra a empresa, olha só ate onde eles vão!!!

  16. Maria disse:

    Vim buscar informações a respeito dessa editora e encontro esses comentários. Também caí no golpe. Agora mais trabalho para resolver o problema.
    Pelo que vi aqui, a Globo reconhece a tal editora como prestadora de serviços e continua aceitando isso? Não pensa na credibilidade da editora?
    Absurdo!

    • Leandro disse:

      Editora Quarta Parte, esta aplicando golpe em nome da Editora Tres. Minha mãe ligou para a mesma solicitando o cancelamento das revistas Istoé e Istoé Dinheiro. Ontem Editora Quarta Parte ligou dizendo que o cancelamento havia sido feito, e que Ela teria que pagar 4 parcelas de R$ 74,75. O golpista tinha o número de identidade e CPF, endereço, telefone dela e sabia os nomes das revistas sitadas acima e falou que fazia parte do departamento da Editora Tres. A Editora Tres liga para minha mãe hoje dizendo: “que o cancelamento foi feito mas Ela teria que pagar parcelas de R$ 61 e alguns centavos até janeiro de 2014”. A partir da conversa com uma atendente da Editora Tres minha mãe suspeitou que havia sido enganada. Pois ela argumentou com a mesma dizendo: “Por que vcs estão me ligando de novo falando sobre o Cancelamento se ele já foi feito ontém.” Atendente respondeu: “que Editora Tres concluiu o cancelamento hoje.” Minha falou: “que uma atendente como o nome de MARIANA FERREIRA da Editora Quarta Parte falou: “que fazia parte de uma empresa terceirizada ligada a Editora Tres e que tinha todos os seus dados cadastrados citados acima e falou número deles e nome das revistas assinadas por ela.” Atendente falou: “Que a Editora Quarta Parte não tinha nenhuma ligação com a Editora Tres”. Minha falou: “com a atendente que passou o número e o código de segurança do cartão achando que MARIANA FERREIRA trabalhava na Editora Tres.” Ela desconfiou que tinha sido enganada e me pediu para procurar o nome da “Editora Quarta Parte” na internet e através deste site e o site reclameaqui, serviu para confirmar que são golpistas. Mas agora eles estão usando a Editora Globo, Abril e a Editora tres.
      Fomos no banco e cancelamos o cartão!
      Liguei para Editora Quarta Parte falando que vou chamar a policia, caso apareça alguma parcela na fatura da minha mãe.
      Mais tarde a atendente da Editora Tres ligou: minha conversou com ela e a mesma falou que a sua Editora não tem ligação alguma com a Editora Quarta Parte.
      A pergunta que não quer calar, como os golpistas tem acesso aos nossos dados e as revistas que assinamos?
      Será que essas Editoras são tão” ingenuas” assim!

        • Diogo Nogueira disse:

          Eu recebi uma ligação parecida esses dias, porém especulei bastante, e foi me dito que a empresa quarta parte trabalhava apenas com o comercio de livros, e comprei um livro deles. Mais fui super bem atendido e ciente do que estava comprando, o que pode ter ocorrido foi alguns operadores ” sacanas ” usando as outras editoras pra facilitar a aceitacao do cliente.
          Tem que se informar e ligar na empresa.

          • Mª de Lourdes
            11de outubro de 2013
            Hoje liguei para as Editoras Globo e Abril e as duas disseram que não têm ligação com a Ed. Quarta Parte. Venho sendo enganada desde 2012 pois eles me fizeram acreditar que falavam em nome da Ed. Três. Vou tentar fazer um B.O., mas no Brasil dificilmente encontramos ajuda para essas ocorrências.

        • Sonia disse:

          è um absurdo, desde 2012 as pessoas reclamam da editora quarta parte, continuam aplicando golpes até hoje, a Editora Globo sabe e não toma providencias e a polciia, por que não fez nada até agora,

    • Oi Maria, a Editora Globo não tem culpa, quem tem culpa na verdade, são as operadoras de cartões de crédito que aceitam esse tipo de débito e ainda por cima se negam a cancelar a compra, demonstrando total desrespeito com o cliente.

  17. Raquel nunes disse:

    boa tarde….hoje através desse site só vim confirmar minha desconfiança.minha mãe tinha assinatura de revistas da editora 3 a qual já havia cancelado a mais de 1 ano.hoje recebi a ligação de um tal VITOR ALEXANDRE se dizendo gerente da editora quarta parte , cobrando valores ( 63,25 R$ ) que teriam ficado pendentes e dizendo que a assinatura ainda estava vigorando.além disso ameaçando colocar minha mãe no spc se não fossem pagas essas parcelas.minha mãe acabou passando os dados e os valores serão lançados no cartão de crédito dela.vou tentar cancelar o cartão.

  18. Rosana disse:

    Quase caio no golpe. eles gritam, enlouquecem na ligacao. E tanto stress que vc acaba concordando com uma divida, com o pagamento de parcelas para se livrar… E horrivel! Estou encaminhando ao Procon e ao MP, defesa do consumidor, copia desse site. Quem sabe surte algum resultado.

  19. Fernanda disse:

    Também sofremos esse golpe lá em casa. Ligaram dizendo-se da Globo Editora e que o meu pai (82 anos) tinha uma dívida de R$ 1.000,00. Liguei para a Editora Globo e não havia dívida alguma no CPF dele. Quando ligaram de novo e eu disse que havia ligado para a Editora Globo , esclareceram que não era “Editora Globo”e sim “Globo Comércio de Livros”. Mas o “modus operandi” é o mesmo: primeiro falam com a voz macia, depois começam a gritar, ameaçar mandar oficial de justiça(!!!) e por aí vai. As pessoas se identificaram como sendo Dra. Cristina e Elis Regina. Por que ninguém prende esses caras???

  20. Sebastiao disse:

    Infelizmente eu também caí nesse golpe da quarta parte,cancelei o pagamento de vez em quando recebo cobranças de compras que não fiz. ou cobranças de serviços que não contratei . meu nome já está no SPC,e agora O QUE FAZER ?

  21. dirce disse:

    Infelizmente também cai no mesmo golpe, cancelei o pagto com a editora globo e agora fazem cobranças dizendo que precisa da aprovação do cartaõ para a liberação do pagto, sendo que eu não fiz nenhuma compra, agora eles ligam aqui para o meu serviço cobrando uma coisa que não comprei e nem pedi. e agora qo que faço?

    • Dirce, quando eles ligarem de novo, diz que ligou para a editora e conferiu que não há nenhum débito em seu nome. Se persistirem a ligação, ameace, diga que vai à polícia. Eles ficam com medo e param.

      Caso você tenha fornecido seus dados como RG, CPF, Número de Cartão. Sugiro que ligue para o serviço de cartões, explique que caiu em um golpe e peça que eles bloqueiem o mesmo. Faça um B.O. por precaução, caso eles tentem usar os seus documentos

  22. Cláudia Heloisa Maria Marques disse:

    Eu também estou sendo ROUBADA pela quarta parte editora. Para mim, ela é direcionada por uma corja de safados e ladrões. Recebi uma ligação no dia 11 de julho de 2014 e após passar por cinco departamentos, eu continuava insistindo que aquela conta não era minha e nada. Acabei ouvindo a MARIA CLARA falando que eu poderia pagar 4 parcelas de R$ 75,75 que a dívida se encerraria. Fiquei com muita raiva e falei para mim mesma: NUNCA MAIS ASSINO REVISTA ALGUMA! Compro na banca, se quiser ler! O pior foi que quando veio a primeira cobrança, vieram duas parcelas de uma só vez. Liguei no número que eu guardei e o MÁRCIO disse que haveria um estorno . Conclusão já paguei 5 parcelas e ainda resta uma. Procurei gerente do SANTANDER, onde estão sendo feitos os descontos e nada. Ela não fez nada. A partir de ter confirmado meus dados do cartão, que por sinal eles já sabiam, eu continuei sendo roubada. Já apareceram 3 compras em meu cartão : uma de 2 parcelas de 493,78 , outra de mais duas parcelas de 499,33 e outra de mais duas parcelas de 99,55 cada . Entrei com recurso no Santander e estou aguardando. Não quero mais nem cartão de banco, nunca mais.

    • Luiz Santos disse:

      Cláudia, faça um boletim de ocorrências na policia civil e protocole no banco um pedido de restituição dos valores pagos no cartão de crédito.

  23. P. da Vida disse:

    O jeito é parar de assinar todas as revistas, pela total falta de confiança nessas grandes editoras. Cansei-me de ser roubado. Assinar é muito fácil, já que a gente até assina sem estar sabendo. Difícil é cancelar por telefone, única opção que nos dão. Parar de comprar as revistas nas bancas também ajuda. Se todos fizerem isso, elas se ferram, merecidamente.

  24. Victor disse:

    Nome deste Alexandre na verdade e Bruno Ferraz e esse Márcio e Gustavo que se passado por supervisor do setor na verdade sua assinatura esta pra ser cancela nessa empresa ele estão te vendendo um livro quando VC passam k cartão e eles falam que e pra cancelamento e tudo mentir . Obs minha filha trabalha lá

  25. LUCIA DE RECIFE disse:

    Em junho de 2014 atendí um telefonema procurando meu marido para avisá-lo do cancelamento de 10 parcelas de R$ 90,00 mas tinha que pagar as 4 de 59,90,00 restantes.. Estranhei porque aqui quem assinava revista era eu (já cancelei tudo!). Fiz muitas perguntas e o atendente ficou irritado Cancelamos o cartão,porque eles tinham os dados, Em dezembro passamos a receber novamente ligações do mesmo tipo e como sempre estou em casa atendo e descarto. no dia 29/01;2015,, fizeram a mesma coisa inclusive dando numero de protocolo, etc,Irei fazer o BO na próxima segunda-feira
    Será que temos que ficar cancelando cartão a vida toda por causa desses golpistas? Ninguém consegue pegar esses bandidos porque os que estariam encarregados desta tarefa SÃO BANDIDOS TAMBÉM. NOS RESTA FICAR ATENTOS PARA EVITAR MAIS GOLPES ,MUITOS VIRÃO! E NÃO ASSINAR MAIS ESSAS PORCARIAS DE REVISTA.,

  26. Só para constar: 21 de julho de 2015 e essaporra de Editora Quarta Parte CONTINUA tentando aplicar seus golpes… Já atendi 2 ligações deles, mas quando comecei a questionar de qual assinatura eles estão falando, a ligação misteriosamente “cai”…
    AGORA já vi que é golpe, nem atenderei mais os telefonemas!
    Olho vivo, gente!!!!

    • Você precisa ligar para a operadora do seu cartão e avisar que foi vítima de golpe e pedir estorno. No meu caso, precisei bloquear o cartão para cancelar a o pagamento.

      Eu liguei para a editora quarta – parte e ameacei com a polícia. Caso você não consiga resolver dessa maneira, aconselho fazer B.O. sim

  27. Lucia Rezende disse:

    Editora quarta parte aplica golpes em nome da editora Globo e ed
    itora Abril
    A gente sempre ouve falar de histórias de golpistas que agem pelo telefone e internet, mas a gente nunca imagina que pode cair neles. Geralmente essas pessoas sabem como atacar suas vítimas através de dados que a gente acaba fornecendo e que acabam se tornando públicos. Por exemplo. Ao assinar um provedor de internet, TV por assinatura, operadora de telefonia celular, Jornais e revistas seu cadastro acaba ficando público e as empresas acabam entrando em contato com você oferecendo melhores serviços, mais vantagens. Ok, mundo das concorrências, capitalismo é isso aí.
    Acontece que, da mesma forma que empresas sérias têm acesso aos seus dados, empresas de fachada também têm.(Na minha opinião, as informações que damos às empresas que contratamos deveriam ser sigilosas, mas esse é outro assunto). Enfim. As empresas de fachada também te ligam para oferecer serviços, mas estas têm como objetivo te ludibriar, elas não possuem totalmente seus dados e induzem as pessoas a fornecerem o que elas precisam: CPF, Número de cartão, etc. e então começam o golpe. Oferecem serviços que não existem, facilidades duvidosas e débitos de dívidas que você não contraiu. Tudo isso vem com muita informação certa sobre você, de forma que você não consegue ver falhas e acaba aceitando a proposta, o serviço.
    Hoje aconteceu um fato desses na minha casa. .. Hoje me liga um cidadão que responde pela alcunha de Paulo Henrique dizendo que se eu queria renovar a assinatura da revisto Isto é. Renovei pois inclusive ele sabia que meu cartão havia sido trocado.Depois desconfiei,das informações e resolvi ligar para a . da EDITORA QUARTA PARTE (com uma simples busca na internet foi possível verificar que eles aplicam esse golpe há tempos) eno telefone dadojá naome atenderam. Liguei para o cartaocrédito e informei que aquela dívida era um golpe, a empresa Mastercard se negou a cancelar a dívida dizendo que a mesma tinha sido autorizada por mim.
    Deixo abaixo os contatos das editoras Golpistas para que ninguém mais caia nesta.
    (11) 3937 – 3740 (Editora quarta parte) – (11) 3020- 2700 e 0800 – 5919003 ( contato que a Editora Globo forneceu de outras editoras que andam cometendo esse golpe).

  28. Isabela disse:

    Passei por este problema na semana passada, é o mesmo telefone e aplicam o golpe até hoje. Foi em nome da minha mãe, desconfiamos mas acabamos passando o número do cartão, quando ela – se dizia Andressa Souza – pediu o número de segurança, me recusei a passar e desliguei. Liguei pra editora e conversei com a atendente de lá, daí descobrimos que era golpe. Por via das dúvidas cancelamos o cartão.

  29. MARCELO BONETTO disse:

    Também fui enganado por estes golpistas, eles dizem que são da Quarta Parte Editora representantes da Editora Globo, que cuidam do setor de assinaturas e, praticamente nos obrigam a fazer a renovação, eu disse que já havia renovado não fazia muito tempo, mas eles sempre nos enrolam dizendo que tem uma promoção melhor (uma renovação por mais tempo)….
    Quando percebi que estava sendo enganado, tentei cancelar, mas eles não aceitam de jeito nenhum…dizem que para eu cancelar, primeiro teria que pagar algumas parcelas…… Só quando eu disse que iria fazer um B.O. contra eles, foi que resolveram cancelar a assinatura, pois já sabiam que eu tinha descoberto que era golpe….porém oque eu já havia pago anteriormente, não me devolveram!

    Acho que a Editora Globo deveria nos ajudar com o seu Departamento Jurídico nos auxiliando, mas quando eu liguei lá não deram o mínimo apoio, simplesmente disseram que não tinham nada haver com a Quarta Parte Editora……….. A Editora Globo tem que tomar uma atitude em relação ao que está acontecendo, porque ela também está sendo prejudicada, por exemplo, eu cancelei minhas assinaturas das revistas da Editora Globo, já que não tenho apoio dela, pelo menos não correrei mais riscos de cair em outro golpe!

  30. Daniel Teixeira disse:

    Acabou de acontecer comigo…
    Como eu havia pedido o cancelamento da minha assinatura de revista e eu sabia que teria de pagar um saldo acabei caindo..Mas confesso que estão cada vez mais profissionais em seu discurso.

    Apenas fiquei desconfiado quando ela não soube me dizer a bandeira do meu cartão e quando disse perguntou sobre o número do mesmo bem como os digitos de segurança…Ao pesquisar sobre essa quarta parte na internet vi que era fraude, liguei no meu cartão e a compra ainda não havia sido aprovada porque fora feita online.

    Dessa forma pedi o bloqueio do cartão para compras virtuais e solicitei um novo… Ao ligar para o número que me foi passado (o mesmo sempre) não consegui mais falar com a “atendente” porque o nome passado é falso (é claro)…

    Uma das minhas atribuições profissionais é identificar e evitar fraudes em pagamentos e documentos e me senti um lixo ao ver que acabaram aplicando esse golpe em mim. Não tive prejuízos financeiros (ainda bem) mas só de saber que fui vítima me deixa com muita raiva…

    O que mais me deixa admirado é essa empresa ainda aplicar golpes com o mesmo nome desde tanto tempo assim…

Vai, agora é a sua vez de falar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s