Night

O dia atrapalha minha visão. O barulho tira a minha concentração. Eu me distraio, me perco e quase enlouqueço. O dia é é sempre confuso, expressionista demais, como o Grito de Munch.

Eu gosto mesmo é da noite, do drink bebido sem pressa, das conversas que se tornam mais interessantes, naquele lusco fusco que deixa as pessoas mais bonitas.

Eu passo meus dias esperando pela noite, que é quando a vida se torna mais tranquila, numa cadência própria. A noite a gente não tem aquela pressa pelo corriqueiro que o dia pede, a noite a gente só faz aquilo que a gente quer que seja feito.

Mas essa semana foi feita de coisas diurnas, rosto lavado. A lua não acendeu no céu e a vontade só acumulando.

Anúncios

4 comentários sobre “Night

Vai, agora é a sua vez de falar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s