O jeito ser humano de ser

O ser humano é mesmo muito esquisito, é por natureza, um ser inconformado, está sempre querendo aquilo que não tem, sonhando com o que não pode ter. O ser humano adora o platonismo, gosta daquilo que não pode tocar. Prova disso, é a adoração que os adolescentes têm com as bandas de sucesso, as marias chuteiras têm com os jogadores de futebol (algumas vivem um romance com eles), e também os romances virtuais.

Somos todos iguais, queremos aquilo que é mais difícil, mais complicado, mais longe e isso vem de berço. Um bebê quer sempre o brinquedo que está longe dele. Temos mania de torcer sempre pelo mais fraco, por aquele cuja derrota é quase certa. Por que? Porque aquilo que é evidente não nos interessa. Qual a emoção de torcer por um time que sempre vence? Emoção tem, torcer para um time que não vence sempre e de repente vira o jogo em pleno maracanã lotado. Por isso é que o raro é muito mais atraente.

O ser humano é previsível em seu inconformismo, em sua eterna procura por alguma coisa. Essa semana assisti pela milésima vez o filme “Cazuza”  e o ator Daniel Oliveira falou uma coisa interessante; seu personagem conversava com a mãe ( Marieta Severo) que se ele conseguisse tudo o que ele desejasse, não teria mais nada o que conseguir, lutar. Clarice Lispector também faz uma curiosa interrogação em seu primeiro romance, Perto do coração selvagem, a personagem Joana pergunta à sua professora: E depois de ser feliz, o que a gente faz?

Fiquei pensando se seria mesmo possível alguém chegar a tal ponto de realização. Acho que não seria possível, mas se fosse, a vida não teria mais sentido e nem razão. Que graça teria viver com tudo e ter de tudo? Não teríamos mais sonhos, metas, objetivos e paixão. Qual a motivação tem uma pessoa para viver sem a paixão, força propulsora que rege a nossa vida, que dá sabor e tempero. Eu não saberia viver sem paixão, sem ter a quem querer, sem ter o que buscar, sem ter razão para crer, me dedicar.

Nós fomos feitos para crer, esperar e ansiar. Somos esquisitos em saber que nunca estaremos plenamente felizes, e mesmo assim reclamamos tanto por sermos incompletos. Somos teimosos e insistimos em querer tudo para nós. Queremos o impossível e o perfeito, sendo assim, instintivamente vamos mantendo a chama da vida sempre acesa, alimentamos aos poucos e continuadamente nossa razão de existir.

Anúncios

3 comentários sobre “O jeito ser humano de ser

  1. Oi Carol, tudo bem?

    Adorei seu post. Muito interessante.

    O Ser Humano realmente é um bicho inquieto. Não se conforma com o que tem e sempre deseja algo mais. Mas se não fossemos assim, como você mesma escreveu, a vida não teria sentido e seria muito chata.

    Lembro que no livro “O Alquimista” do Paulo Coelho, tem uma frase assim:

    “É justamente a possibilidade de realizar um sonho que torna a vida interessante.”

    Ou seja, a possibilidade e não a realização. Isso era o que motivava um dos personagem do livro.

    Em geral, temos que sempre ter algo a buscar. Um objetivo. Uma meta. Um Sonho. É isso que nos faz acordar todos os dias prontos para uma nova batalha.

    Forte abraço,

    Sucesso Sempre.

    • Carol Machado disse:

      A graça da coisa toda é nunca se conformar mesmo, o conformismo nos deixa inertes. Precisamos sempre querer mais, buscar mais, ansiar por mais. 🙂

      Beijos

Vai, agora é a sua vez de falar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s