Remexendo no passado

 

Por algum motivo resolvi mexer no meu passado, numa época em que a vida sorria de portas abertas. Uma época de sonhos, de grandes planos e nenhuma preocupação.

Olhar para 13 anos atrás foi gostoso e muito difícil, saber que aquela menininha cresceu e com ela uma parte deliciosa da vida também cresceu enterrando tantos sonhos para dar espaço aos novos e audaciosos planos.

Através das páginas da agenda de 1996 ri das milhares de besteiras que eu escrevia, chorei por relembrar momentos importantes que me enchem de saudade, chorei pelas perdas, a do meu avô, a mais marcante de todas. Vi o quanto a gente é volúvel na adolescência – pela quantidade de eu te amo espalhados em cada canto da agenda e detalhe, nunca era pela mesma pessoa.

Muito do que eu era, continuo sendo. Cultivo os mesmos hábitos, o de escrever por exemplo. Meus ídolos ainda são os mesmos: “Jon Bon Jovi” e “Renato Russo”, mas era clara a falta de bom senso e bom gosto no repertório das músicas que ouvia na época, fruto talvez da inexperiência ou influência. Adolescente tem aquela coisa de parecer com os demais para não se sentir um peixe fora d’água.

Hoje aos 27, olho a menina de 14 anos e não sinto orgulho, sinto curiosidade. Queria que houvesse uma máquina do tempo em que eu pudesse voltar até a data de hoje e conversar comigo mesma, dizer que a vida em 2009 não é tão simples como eu imaginava, que a vida ficou banalizada e é melhor quem tem mais e não quem é mais, como eu pensava e segui pensando até hoje.

Diria que muita gente me faria chorar e que eu iria me arrepender de muitas coisas que fiz, mas principalmente do que não fiz. Falaria pra eu aproveitar mais os meus amigos porque eles serão muito importantes em 2009, diria também pra eu não pegar atalhos e nem me encantar com presentes do destino porque eles eram armadilhas e a causa desses choros que tive. Me alertaria para não deixar os sentimentos me guiarem, um pouco de razão não me fariam mal, mas razão demais não é nada bom.

 

Anúncios

Vai, agora é a sua vez de falar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s